terça-feira, 7 de janeiro de 2014

NOVA ESPÉCIE TARÂNTULA BRASILEIRA DESCRITA


Em São Paulo, os pesquisadores Rogério Bertani, Roberto Nagahama e Caroline Fukushima descreveram uma bela e nova espécie de tarântula encontrada em Minas Gerais, a Pterinopelma sazimai, assim nomeada em homenagem a Ivan Sazima, um biólogo muito querido e muito respeitado da Unicamp, que coletou os primeiros exemplares desse animal na Chapada Diamantina, ainda na década de 70.
“Todos os exemplares foram encontrados em áreas rupestres, de altitude elevada, com vegetação baixa e pobre, predominância de solo arenoso e rochoso, com ausência de água na maior parte do ano e variações de temperatura extremas. Como é impossível cavar tocas nesse tipo de solo, elas costumam viver embaixo de rochas, em populações muito pequenas”, conta Rogério Bertani, em nota da Fapesp.
A cor azul é característica das fêmeas, já os indivíduos machos e jovens apresentam coloração em tons de marrom e cinza.