segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Saiba os cuidados necessários para agendar a dedetização



Na hora em que é preciso fazer uma dedetização em casa ou até mesmo no seu local de serviço, muitas dúvidas vêm à cabeça como, por exemplo, a periodicidade do serviço e os cuidados após o procedimento.
Rafael Lins, responsável técnico pela empresa Tserv, em Poá, esclarece quais são os cuidados que devem ser tomados e as precações necessárias na hora em que for marcada a aplicação de inseticida para eliminar os tipos de pragas.
Na época de verão, devido ao intenso calor, os insetos se proliferam mais e costumam aparecer com maior frequência nos ambientes urbanos, principalmente os pernilongos. “Ele aparece mais na chegada da chuva, porque se reproduz na água”, explica o especialista.
Para o controle das pragas, são vários os tipos de métodos que podem ser aplicados que variam de acordo com o local e a praga a se combater. “Para insetos rasteiros e voadores normalmente utiliza-se o mesmo tratamento, que pode ser com produto líquido, pó ou em gel, de acordo com o local a ser tratado”,
Todas as empresas devem fazer o controle de pragas mensalmente, segundo a resolução RDC n°52. Com exceção das empresas do ramo alimentício como fábricas de alimentos, restaurantes e padarias, os demais estabelecimentos acabam executando o serviço a cada três meses e residências normalmente quando se sentem incomodadas com a presença de alguma praga.
Rafael frisa que para evitar contato com os produtos químicos utilizados no procedimento, o aconselhável é que as pessoas fiquem, no mínimo, 12 horas fora do local.
Além da segurança das pessoas que frequentam o espaço que foi submetido à dedetização, o serviço requer atenção e cuidados ao meio ambiente, por isso a importância de escolher uma empresa capacitada.
Hoje em dia não é permitido usar o produto químico chamado DDT (DicloroDifenilTricloretano) no Brasil, porque foi constatada que a sua composição é prejudicial ao meio ambiente e pode acarretar danos à saúde das pessoas. “É importante chamar empresas qualificadas para o serviço, pois o conhecimento e a eficiência no combate ao controle de pragas garantem além da segurança e êxito na execução do serviço”.